Igreja Universal sofre debandada de pastores e bispos, diz jornalista

0Shares

A crise atravessada pela Igreja Universal do Reino de Deus em Angola estaria refletindo no Brasil e teria intensificado um movimento de debandada de pastores.

A direção da instituição estaria temendo uma rebelião semelhante em outros países, e uma debandada de pastores no Brasil seria uma preocupação extra para o bispo Renato Cardoso, genro de Edir Macedo e um dos responsáveis pela administração da Universal.

“Fontes ouvidas pela coluna nos últimos meses mostram que a igreja criada por Edir Macedo em 1977 atravessa um de seus piores períodos”, publi

cou o jornalista Ricardo Feltrin, do Uol.

Parte das preocupações com a crise em Angola, segundo Feltrin, é que a filial no país africano “era uma das principais fontes de renda da Universal mundo afora e, comenta-se, parte desse dinheiro sempre foi investido na compra das madrugadas da RecordTV brasileira”.

Debandada

O jornalista acrescenta em sua matéria que fontes da Universal relataram que “outro problema bem mais grave está ocorrendo em solo brasileiro”, com a deserção de “milhares de pastores e bispos”.

“Essa tendência já vinha ocorrendo com menos intensidade desde 2018, segundo a coluna apurou. Mas, desde a eclosão da pandemia, quando os salários de bispos e pastores (e outras benesses) foram cortados (com autorização da lei), muitos religiosos decidiram sair da Universal e, não raro, abrir outra igreja”, detalhou.

Feltrin diz que suas fontes estimam “que desde 2018 mais de 3.000 pastores já abandonaram a obra de Edir Macedo”, algo na casa de 25% do total de pastores brasileiros.

“A coluna procurou a UniCOM, porta-voz da Universal, para que comentasse a fuga de pastores. Até o momento da publicação desta coluna, não houve resposta”, finalizou.

fonte https://noticias.gospelmais.com.br/debandada-jornalista-universal-pastores-bispos-148222.html

0Shares
Anúncios
Anúncios