França proíbe uso de “linguagem neutra” nas escolas por ser “prejudicial” para as crianças

0Shares

O Ministério da Educação da França proibiu o uso de “linguagem neutra” nas escolas, afirmando que isso prejudica o processo de aprendizagem da língua francesa.

Em um decreto enviado para as escolas em todo o país, pediu para que o uso dos termos errados da língua francesa sejam banidos do ambiente de ensino, já que buscam desconstruir o uso dos termos como masculino ou feminino.

A Academia Francesa, instituição encarregada de preservar a língua no país, afirmou que as palavras “inclusivas de gênero” são “prejudiciais” à prática e à compreensão da língua francesa.

Na língua francesa, as terminações masculinas são geralmente mais prevalentes nos substantivos.

“Por exemplo, um grupo de amigos incluindo cinco mulheres e um homem seria escrito como ‘amis’, mas um ponto médio mudaria a grafia da palavra para ‘ami.es’”, de acordo com a Newsweek .

O decreto do ministério afirma que o uso de termos neutros cria confusão durante o aprendizado da língua, especialmente para as crianças.

“A escrita dita ‘inclusiva’ deve ser evitada, que usa o ponto médio para revelar simultaneamente as formas feminina e masculina de uma palavra usada no masculino”, diz o decreto.

“Além disso, esta escrita, que resulta na fragmentação de palavras e acordos, constitui um obstáculo para a leitura e compreensão da palavra escrita. A impossibilidade de transcrever verbalmente textos com este tipo de escrita dificulta a leitura em voz alta, bem como a pronúncia e, consequentemente, a aprendizagem , especialmente para os mais novos”, continuou.

fontehttps://www.gospelprime.com.br/franca-proibe-uso-de-linguagem-neutra-nas-escolas-por-ser-prejudicial-para-as-criancas/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=franca-proibe-uso-de-linguagem-neutra-nas-escolas-por-ser-prejudicial-para-as-criancas

0Shares
Anúncios
Anúncios