Assembleia de Deus proíbe lição da Escola Dominical comentada por pastor “marxista”

0Shares

Na última segunda-feira (24), a Assembleia de Deus de Pernambuco, na cidade de Abreu e Lima, cujo líder é o pastor Roberto José dos Santos, proibiu o uso da Escola Bíblica Dominical que será lecionada no 3º trimestre de 2021.

A revista é publicada pela Casa Publicadora das Assembleias de Deus (CPAD), vinculada à Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB), onde Santos atua como 2º secretário.

O pastor proibiu que a lição “O plano de Deus para Israel em meio à infidelidade da nação”, comentada por Claiton Ivan Pommerening, fosse compartilhada.

Pommerening é pastor auxiliar na Assembleia de Deus em Joinville (SC), doutor e mestre em teologia

Comentarista é comunista, segundo pastor

Segundo o informativo divulgado pelo pastor presidente da AD Abreu e Lima, Pommerening teria “posições ideológicas marxistas apologia à teologia da libertação e promoção do ecumenismo em ambientes confessionais assembleianos”.

“Em tempos de apostasia, frieza espiritual e falta de temor, nossos corações devem estar livre de todo e qualquer ‘fermento que leveda toda a massa (Gl 5.9)’, mesmo aqueles que vem por meio de mensagens sutis contrárias à nossa doutrina, amparada nas Sagradas Escrituras, nossa única regra de fé e prática”, diz texto.

A decisão de Santos é excepcional, talvez seja a primeira vez que um líder evangélico proíba o uso da revista da Escola Dominical.

De acordo com o informativo, o referido comentarista contrapõe com a doutrina de fé da igreja, e que ele nunca seria aprovado para escrever uma lição assim pela editora CPAD

fonte bhttps://www.gospelprime.com.br/assembleia-de-deus-proibe-licao-da-escola-dominical-comentada-por-pastor-marxista/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=assembleia-de-deus-proibe-licao-da-escola-dominical-comentada-por-pastor-marxista

0Shares
Anúncios
Anúncios