8 cristãos sequestrados em ônibus da igreja nigeriana liberados: ‘Glória a Jesus’

0Shares

Oito membros da Igreja Cristã de Deus Redimida que foram sequestrados por homens armados no mês passado enquanto viajavam em um ônibus para um programa religioso no estado de Kaduna, no noroeste da Nigéria, foram libertados.

“Hoje recebi a notícia empolgante de que nossos irmãos que estavam em cativeiro de sequestradores foram todos liberados e levados ao hospital para check-up e testes”, anunciou no Twitter o Superintendente Geral da RCCG, Pastor Enoch Adeboye .

“Glória a Jesus. Oramos por uma paz duradoura em todas as regiões problemáticas do país em nome de Jesus. ”

Em 26 de março, os cristãos estavam viajando para se preparar para o programa de Páscoa “Vamos pescar” da igreja na área de Kafanchan, quando homens armados os retiraram do ônibus e os levaram em um veículo, disse um porta-voz da igreja ao The Punch após o sequestro.

Um usuário teria postado uma foto no Facebook do ônibus da igreja vazio das vítimas e relatado que todos os passageiros foram sequestrados ao longo da Kachia Road.

O ônibus da igreja apresenta uma faixa que diz: “A Igreja Cristã de Deus Redimida, Região 30, Santuário da Trindade, Kaduna”.

O jornal diário Vanguard noticiou na época que os sequestradores exigiram o pagamento do resgate da igreja.

Não se sabe se um resgate foi pago por sua libertação, relata o órgão de vigilância da perseguição com base nos EUA, International Christian Concern .

Também não está claro quem sequestrou os membros da igreja.

De acordo com o ICC, o governo do estado de Kaduna deu recentemente uma declaração proibindo os cidadãos de negociar com bandidos em nome do governo.

“A posição do Governo do Estado de Kaduna permanece a mesma: o Governo não negociará ou pagará resgates a bandidos”, disse o Comissário de Segurança Interna e Assuntos Internos, Samuel Aruwan, em um comunicado.

O sequestro dos oito cristãos foi o último de uma série de sequestros em massa cometidos na Nigéria.

Em fevereiro, homens armados sequestraram cerca de 279 meninas com idades entre 11 e 17 anos da Escola de Ciências para Meninas do Governo na área de Jangebe, no estado de Zamfara. Eles foram soltos dias depois. Uma das meninas que foi libertada relatou que um resgate havia sido pago por sua libertação.

“Estou exultante. Nós agradecemos Deus. Agradecemos a Deus ”, disse na época Habib Abdullahi, cujas três filhas foram sequestradas.

Em 11 de dezembro, homens armados capturaram centenas de alunos de internatos da Escola Secundária de Ciências do Governo de Kankara, no estado de Katsina. Boko Haram, um dos grupos terroristas islâmicos mais mortíferos do mundo com base no nordeste da Nigéria, assumiu a responsabilidade.

Os terroristas divulgaram um vídeo de resgate de seis minutos com a bandeira em preto e branco do Boko Haram. A filmagem mostrou uma grande multidão de meninos cercados por homens armados. No final daquele mês, as forças de segurança resgataram 344 dos estudantes sequestrados.

Em 2014, 276 estudantes nigerianas foram raptadas de uma escola em Chibok. O sequestro ganhou atenção internacional e deu início à campanha #BringBackOurGirls. Cerca de 112 das alunas de Chibok continuam desaparecidas .

A Nigéria é classificada como o nono pior país globalmente em perseguição cristã na Lista de Vigilância Mundial 2021 do Portas Abertas dos EUA.

Além do aumento da violência extremista islâmica no nordeste e do aumento de ataques por radicais Fulani no Cinturão Médio, o sequestro para obter resgate se tornou lucrativo para grupos criminosos na Nigéria.

O Departamento de Estado dos EUA reconhece a Nigéria como um “país de preocupação particular” por se envolver ou tolerar violações flagrantes da liberdade religiosa.

fonte https://www.christianpost.com/news/8-christians-kidnapped-from-nigerian-church-bus-released.html

0Shares
Anúncios
Anúncios