O portal de noticias que alerta a igreja e corpo de Cristo quanto a tudo que acontece para alertar quanto a vinda de Cristo

Economias emergentes são vitais para futuro do trabalho no setor autom&oa

Enviado por Segunda, julho 31 @ 08:00:00 BRT por admin

Em estudo da Organização Internacional do Trabalho, OIT, especialistas destacam transformação ocorrendo em países desenvolvidos em em desenvolvimento. Monica Grayley, da ONU News em Nova Iorque.* A indústria automóvel está a passar por uma transformação provocada pela globalização e pela chamada desglobalização, o processo de redução da interdependência e da integração entre certas unidades de [...]

Monica Grayley, da ONU News em Nova Iorque.*A indústria automóvel está a passar por uma transformação provocada pela globalização e pela chamada desglobalização, o processo de redução da interdependência e da integração entre certas unidades de produção à volta do mundo.Segundo um estudo da OIT, a presença das economias emergentes, que representava 25% de toda a produção mundial de automóveis no início dos anos 2000 mais do que duplicou em 2015.Países emergentesO crescimento da indústria ocorreu em países emergentes como a China, que em 2000 produzia 4 milhões de carros e hoje coloca 30 milhões de veículos no mercado.O autor do estudo da OIT, Tommaso Pardi, afirma que tudo que acontece na China é estratégico para a indústria automóvel. Mas outros países como o Brasil e a Índia também têm parques automóveis importantes, e geralmente comandados por empresas estrangeiras como europeias ou americanas.Pardi afirma que o trabalhador de empresas automóveis tem melhores condições e padrões de produção, mas os tipos de contratos variam de temporários a permanentes. Segundo ele, existe ainda muita pressão regulatória para tornar a indústria mais verde e sustentável. Os carros continuam sendo os vilões das mudanças climáticas.TecnologiaA OIT afirma que os carros tradicionais precisam de tecnologia mais sofisticada, geralmente encontrada nos países do Ocidente. Mas para veículos elétricos, é possível usar baterias que podem ser fabricadas em países emergentes e a custo baixo.Para o especialista é preciso introduzir políticas que liderem essas mudanças. Um outro desafio á a chamada digitalização da produção. Para Pardi, ainda há poucas expectativas para a automação da indústria automóvel.Nos últimos 15 anos, a automação da montagem, por exemplo, foi reduzida por causa da flexibilização da força de trabalho no gerenciamento de operações complexas e da grande variedade de produtos e partes.O autor do estudo diz que não acredita que a digitalização tenha um efeito maciço no emprego pela próxima década.*Apresentação: Denise Costa.
fonte http://www.unmultimedia.org/radio/portuguese/2017/07/economias-emergentes-sao-vitais-para-futuro-do-trabalho-no-setor-automovel/#.WXNFZxUrJ0s

Posted in ONU

Associated Topics

ONU

"Economias emergentes são vitais para futuro do trabalho no setor autom&oa" | Login/Criar uma Conta | 0 comentários
Os comentários são propriedade de quem os escreveu. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Os comentários não podem ser enviados por utilizadores anónimos. Por favor registe-se