O portal de noticias que alerta a igreja e corpo de Cristo quanto a tudo que acontece para alertar quanto a vinda de Cristo

OMS alerta o mundo para evitar ciclo de fome e doenças na Somália

Enviado por Terça, maio 16 @ 07:00:00 BRT por admin

Mais 50 mil casos de cólera até o fim de junho com possíveis inundações; agência revela que mais de 3,3 milhões de pessoas passam fome; cólera matou 690 pessoas em 2017. Eleutério Guevane, da ONU News em Nova Iorque. A Organização Mundial da Saúde, OMS, disse que se a atual situação de fome continuar pode [...]

Eleutério Guevane, da ONU News em Nova Iorque.A Organização Mundial da Saúde, OMS, disse que se a atual situação de fome continuar pode criar um ciclo devastador de falta de alimentos e doenças na Somália.A preocupação da agência é com a escassez crónica de fundos para operações essenciais de resposta à seca. O fenómeno destruiu plantações e o gado, deixando mais de 3,3 milhões de pessoas a passar fome.CóleraA OMS declara neste momento a saúde piora e as pessoas tornam-se vulneráveis à infeção. A seca provocou a falta de água potável e a cólera que matou 690 pessoas dos 36 mil casos diagnosticados este ano.Com o início das chuvas espera-se que as inundações aumentem os casos para 50 mil até o final de junho.Casos notificadosOs casos de sarampo também estão a subir e cerca de 6,5 mil foram notificados este ano. Pelo menos 71% dos pacientes registados eram crianças com menos de cinco anos.A OMS disse que o mundo não deve assistir uma catástrofe, após a história ter demonstrado "terríveis consequências da falta de ação". Em 2011, mais de 250 mil somalis perderam a vida, metades dos quais eram menores.
fonte http://www.unmultimedia.org/radio/portuguese/2017/05/oms-alerta-o-mundo-para-evitar-ciclo-de-fome-e-doencas-na-somalia/#.WRcWLkUrJ0s

Posted in ONU

Associated Topics

ONU

"OMS alerta o mundo para evitar ciclo de fome e doenças na Somália" | Login/Criar uma Conta | 0 comentários
Os comentários são propriedade de quem os escreveu. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Os comentários não podem ser enviados por utilizadores anónimos. Por favor registe-se