O portal de noticias que alerta a igreja e corpo de Cristo quanto a tudo que acontece para alertar quanto a vinda de Cristo

"Governo da Etiópia precisa tratar défices de direitos humano

Enviado por Quinta, maio 11 @ 08:00:00 BRT por admin

Comentário é do alto comissário da ONU para o setor, Zeid Al Hussein, que faz sua primeira visita oficial ao país africano; representante elogia progressos para ampliar acesso à educação e à saúde. Leda Letra, da ONU News em Nova Iorque. O alto comissário da ONU para os Direitos Humanos está a realizar sua primeira [...]

Leda Letra, da ONU News em Nova Iorque.O alto comissário da ONU para os Direitos Humanos está a realizar sua primeira visita oficial à Etiópia. Zeid Al Hussein destacou que o governo precisa tratar os défices de direitos humanos do país.Para o representante, "está claro que um país como a Etiópia tem alcançado progressos no acesso à educação, à saúde e à expansão económica", isso nos últimos 10 anos.Parcerias com ÁfricaNa capital Adis Abeba, Zeid lembrou que os avanços atraíram os investidores, mas nota que o atual período de "inquietação mostra que existem questões estruturais".O alto comissário espera que o governo diga quais são as soluções propostas, para que o Escritório de Direitos Humanos da ONU possa ajudar o país da melhor maneira.Zeid explicou que muito do seu trabalho está relacionado a parcerias com governos africanos. Com o apoio da União Africana, é necessário garantir a promoção e a proteção dos direitos humanos no continente.O alto comissário fica três dias na Etiópia e a visita termina esta quinta-feira. No período, Zeid encontra-se com o primeiro-ministro Hailemariam Desalegn, com representantes da sociedade civil e também planeia visitar um centro de detenção.
fonte http://www.unmultimedia.org/radio/portuguese/2017/05/governo-da-etiopia-precisa-tratar-defices-de-direitos-humanos/#.WQtFCkUrJ0s

Posted in ONU

Associated Topics

ONU

""Governo da Etiópia precisa tratar défices de direitos humano" | Login/Criar uma Conta | 0 comentários
Os comentários são propriedade de quem os escreveu. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Os comentários não podem ser enviados por utilizadores anónimos. Por favor registe-se