Filha de Billy Graham reúne 500 mil pessoas para clamar por avivamento na Índia

A evangelista Anne Graham Lotz reuniu cerca de 500 mil pessoas em um evento de oração e adoração a Deus na Índia no início deste mês de janeiro.

De acordo com Vicki Bentley, membro do Conselho de Ministérios da organização AnGeL que viajou com Lotz para a Índia, havia placas de divulgação em toda a cidade de Hyderabad sobre o segundo “Dia Nacional de Oração” anual, no qual Lotz foi preletora.

Líderes cristãos locais ajudaram a organizar o grande encontro, com centenas de milhares de pessoas chegando em trens, ônibus e outras formas de transporte do campo também.

Os Ministérios AnGeL observaram que, de acordo com as estimativas da polícia, cerca de 500 mil pessoas no total participaram do evento de oração.

“Anne pregou sobre o profeta Daniel. Ela leu a passagem de Daniel 9, na qual ‘um homem, que conhecia Deus e orou, moveu os céus e mudou a nação’. Então ela desafiou os presentes a orar como Daniel fez”, contou Bentley.

“Até onde o olho podia ver e além, as pessoas gritavam para os céus, concordando juntos, enquanto Anne conduzia a oração, clamando por um avivamento pessoal e na nação”.

O site hindu também confirmou que cerca de 500 mil pessoas participaram da reunião de oração nacional que se realizou no dia 5 de janeiro.

O encontro foi organizado pelo conselho cristão de Telangana, que reuniu lideranças e membros de diversas igrejas.

Em outro dia, Lotz juntou-se a uma reunião de adoração no campo, onde participaram mais de 10 mil pessoas de 450 igrejas.

“Mais de 10.000 pessoas lotaram dentro de uma barraca ao ar livre com mais milhares de pessoas ao redor, todos ouvindo com muita atenção enquanto Anne compartilhava a mensagem de João 14: ‘Esperança para o Ano Novo’. Jovens e velhos, homens e mulheres, crianças e adultos, todos sentados silenciosamente, atentos a cada palavra”, descreveu Bentley.

“Quando o apelo foi feito às pessoas para colocarem sua fé em Jesus como Salvador, um mar de mãos emergiu. Muitos entraram no reino pela primeira vez enquanto muitos outros se reconciliaram com Deus naquele momento”, acrescentou.

Intolerância religiosa

A fé cristã minoritária continuou a crescer na Índia ao longo dos últimos anos, mas enfrentou uma perseguição significativa nas mãos de radicais hindus.

O grupo de vigilância sobre a perseguição religiosa em todo o mundo, Missão Portas Abertas classificou o país como o 11º pior lugar do mundo para os cristãos em sua lista de observação mundial para 2018.

Samuel e Benida, dois líderes de igrejas subterrâneas do ministério cristão de Nova Deli, disseram recentemente a The Christian Post que o Partido Bharatiya Janata do primeiro-ministro Narendra Modi procura garantir que o país continue sendo uma “nação hindu”.

Pastores cristãos foram espancados quando apontados como suspeitos de converter os hindus à fé cristã, as igrejas foram queimadas, enquanto os fundamentalistas hindus eram encorajados a continuar com a violência, segundo relatou Samuel.

“Os fundamentalistas costumavam vir à igreja apenas para perturbar os cultos de adoração. Agora, quando eles chegam, eles não apenas perturbam o culto, eles agridem o pastor muito severamente. Mesmo mulheres e crianças eles espancam, até os mais velhos”, disse ele ao site cristão.

“Há muitos, muitos incidentes que ocorreram onde há ataques contra pastores e pessoas, eles sempre batem em suas cabeças para que ele tenha um impacto máximo em sua vida. Se as vítimas não morrem, no mínimo passam a ter uma vida limitada, com sequelas”, finalizou.

 

fointe http://www.cpadnews.com.br/universo-cristao/42991/filha-de-billy-graham-reune-500-mil-pessoas-para-clamar-por-avivamento-na-%C3%8Dndia.html