PAM e autoridades traçam planos para eliminar a fome na Guiné-Bissau até 2030

Estratégia está alinhada ao Objetivos do Desenvolvimento Sustentável; governo declarou apoio à iniciativa; Agência da ONU defende adaptação das metas dos ODSs ao contexto guineense.

Amatijane Candé, de Bissau para a ONU News.

O Programa Alimentar Mundial, PAM, e o Ministério da Economia e Finanças da Guiné-Bissau começaram a elaborar a estratégia fome zero no país.

A parceria lançada esta quarta-feira visa melhorar a nutrição e garantir segurança alimentar a toda população, refletindo a nível acional o Objetivo do Desenvolvimento Sustentável, ODS 2.

Horizonte 2030

A representante residente do PAM no país disse que o plano implica melhorar o acesso aos alimentos, eliminar a desnutrição e apoiar o aumento de renda e da produtividade nas pequenas agricultoras.

No seu discurso no lançamento da iniciativa, em Bissau, Kiyomi Kawaguchi falou da orientação de metas dos ODSs.

“Objetivos do Desenvolvimento Sustentável nos orientam com metas para todos os países, cada um adapta-se segundo suas prioridades, tanto humanas, como em direção ao planeta. Cada país precisa domesticar os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável no seu contexto próprio, identificar brechas, priorizar opções e ter roteiros, passos sobre como chegar a 2030″.

Compromisso

Para a representante, o alargamento da apropriação deste processo e o conteúdo a toda a nação são determinantes para o sucesso de políticas públicas e realização dos objetivos globais.

A responsável encorajou as autoridades guineenses pela abertura em apoiar as fases da elaboração do documento e reiterou o compromisso de apoio da agência.

“Permitirão que todos os parceiros e atores interessados engajassem no processo, aproveitando espaço para desenvolver uma estratégia inclusiva, participativa e apropriada por todas e todos baseado na pesquisa credível e análise de dados concretos. O PAM está engajado para apoiar qualquer país que precisa para domesticar o objetivo número dois”.

Perspetivas

As previsões da agência da ONU apontam que, no futuro, o programa com o governo da Guiné-Bissau será baseado na estratégia fome zero lançado em cerimónia presidida pelo secretário-geral do Ministério da Economia e Finanças, Francisco Rosa Cá.

Estiveram presentes no evento, a diretora nacional do Banco Central dos Estados da África Ocidental, Helena Nosoline, o coordenador da equipa técnica, Carlos Cardoso, dirigentes da sociedade civil, funcionários públicos, ONGs e diplomatas.

 

fonte http://www.unmultimedia.org/radio/portuguese/2018/02/pam-e-autoridades-tracam-planos-para-eliminar-a-fome-na-guine-bissau-ate-2030/#.Wng93LynF0s

 

Posted in ONU